Tuesday, April 14, 2009

Quem quer bacalhaaaaaaau ? bis

Eu não gostava de bacalhau quando era menina, para mim era aquele peixe que você mastigava, mastigava e nunca que ele se desfazia, ficava aquela palha na boca…
Agora que tenho mais ocasiões de ir a Portugal, pude comer bacalhau do bom, porque português não brinca com a qualidade do bacalhau, ora essa ! E fiz as pazes com o dito cujo, principalmente com as receitas mais simples, que destacam bem o sabor do peixe sem afogá-lo no creme de leite, na maionese…
Um dos melhores que ja comi é feito pela minha sogra : postas enormes de bacalhau num refratário, assadas no azeite (uns 2 dedos de azeite pelo menos). Em cima das postas, um pouquinho de farinha de rosca, um dente de alho e uma bolinha de manteiga.

Isso sem falar nas pataniscas, nos bolinhos, nas punhetas (epa!)... Viciei.

E o meu preferido : Bacalhau à Braga

Para 2 pessoas

2 postas grandes de bacalhau, no lombo (ou 3 postas médias), dessalgado
4 cebolas
3 dentes de alho
3 folhas de louro
1 copo de vinho branco seco
2 colheres (sopa) de vinagre de vinho ou de maçã
2 colheres (sopa) de azeite
pimenta-do-reino
sal

Batatas chips ao forno
Batatas (quanto quiser, aqui em casa vai um monte pois somos batatívoros)
Azeite em spray ou azeite e um pincel
Sal

Preparo das batatas chips ao forno

Descasque as batatas, corte em fatias de 2 mm (eu faço com a lâmina reta do ralador). Seque bem as rodelas com papel toalha.
Forre uma assadeira com papel manteiga, unte de leve com o azeite em spray ou com um pincel. Coloque as rodelas de batata evitando coloca-las umas por cima das outras. Unte a parte de cima das batatas com o azeite.
Forno bem quente (uns 250 graus) até as batatas ficarem douradas. O tempo que leva depende do seu forno, uns 15 a 20 minutos.
Reserve as batatas em um prato forrado com papel toalha.

Para o bacalhau :
Tempere as postas de bacalhau com um fio de azeite, louro e o alho amassado.
Aqueça 2 colheres de azeite em uma panela de fundo grosso. Jogue as cebolas cortadas em rodelas, refogue bem. Quando começarem a dourar, junte o vinho branco e o vinagre. Cozinhe bem até as cebolas ficarem molinhas. Não deixe secar muito. Tire a cebola e reserve. Frite o bacalhau na mesma panela, doure bem dos dois lados. Junte a cebola, tampe e deixe cozinhar em fogo baixinho durante uns 15 minutos. Sirva bem quente, com as batatas chips em volta. O bom é quando as batatas ficam impregnadas do caldinho do bacalhau… Delícia !

Sunday, April 05, 2009

You're so self-satisfied I don't need you

Eu me apego demais a pessoas, sempre me apeguei. O problema é que muitas vezes nos apegamos e nos magoamos. E aí a gente insiste, porque afinal a gente gosta, né. então pensa que é recíproco. E isso pode durar anos, décadas até. Pode ser com amigo, namorado, irmão, pai ou mãe...
Olha : não é recíproco. Nem sempre.
Não desperdiço mais meu amor, meu carinho, minha preocupação, com quem não valoriza. Não sei mais onde eu li que as pessoas nos amam do jeito delas, e não do jeito que nós esperamos delas. No fundo, cada um só pode dar o que tem.
Que seja. Para isso, é preciso compreensão e empatia, para entender que aquele seu amigo te xinga porque te ama, por exemplo. Ou, sei lá, que sua mãe vive dando palpite na sua vida pessoal (não é o caso da minha, mas sei bem que existe) porque te ama.
Mas e se for gente que não quer dividir nada ? Que só quer receber, receber, receber ? Que não vai compartilhar dores e alegrias, não vai te estender o lenço de papel quando você estiver arrasada, vai ser ingrata, indiferente e cruel ? Ou pior, que só vai se lembrar de você para obter algo ?
Eu já tenho minha vida. Meus verdadeiros amigos, daqueles que não deixam nunca de serem amigos mesmo depois de meses longe, são pouquíssimos mas da melhor qualidade. E graças a Deus, tenho maridón, que é amigo incondicional, amor incondicional e família incondicional.
Não vou mais me desgastar. Viva a sua vida que eu vivo a minha. Seja muito feliz ou não seja. I'm breaking free.

Saturday, April 04, 2009

Saladas salvadoras

Sem grana ? Sem tempo ? Sem nada na geladeira pois acabou de voltar de viagem ? Todas as respostas anteriores ? Está na hora de investir em uma das invenções mais práticas numa cozinha : os enlatados. Algum tempo atrás eles tinham uma reputação meio ruim, de qualidade meia-boca e de criadores de azia, mas melhoraram muito. Na minha despensa, não faltam enlatados variados, e o fundamental aqui é :

- tomate pelado
- atum em água
- sardinha (filés em marinada de limão, sem óleo, aqui em casa)
- lentilha
- milho
- feijão (para o chili com carne, pues)
- palmito
- corações de alcachofra
- cornichons

Isso aí é a lataria básica, que não falta nunca. Quebra um galho absurdo.

Idéia de uma salada delícia que fiz ontem, na volta da viagem a Portugal. Dá para 2 pessoas ou se for uma pessoa esfomeada como eu, uma e meia :-)

- 200g de macarrão cozido (o melhor é usar batata cozida e picada, mas eu tinha sobras de massa)
- 1 lata de sardinhas
- 1 lata pequena de qualquer legume enlatado que você gostar, eu usei fundos de alcachofra, picadinhos
- uns 10 cornichons e/ou cebolinhas em conserva em rodelinhas
- 1/2 cebola cortada em cubinhos pequeninos
- azeite
- sal
- suco de limão

Misture todos os ingredientes, tempere com azeite, sal e suco de limão. Fica ainda melhor no dia seguinte.

A idéia é usar o que você tiver em casa : tomates, cenoura ralada crua ou cozida, restos de qualquer verdura... The sky is the limit. Se não gostar de sardinha, use atum... Mas eu não entendo como pode alguém não gostar de sardinha, eu A-M-O sardinha ! :-)